Grupo Galpão debate teatro popular na Casa Brasileira

O diálogo entre a tradição e a contemporaneidade, entre o teatro de rua e o de palco, o universal e o regional na produção de espetáculos teatrais serão temas de uma roda de conversa com integrantes do Grupo Galpão, promovida pela Casa Brasileira, em São Sebastião, litoral norte de São Paulo, nesta quarta-feira, (23), às 20h.

Criado em 1982, com sede em Belo Horizonte, o Grupo Galpão é uma das mais importantes companhias de teatro do país e tem sua origem ligada ao teatro popular e de rua. Nesta Roda de Conversa, atores e diretores do Galpão pretendem falar de sua experiência e trajetória, com destaque para o processo criativo de alguns espetáculos do repertório do Grupo.
O Galpão é formado por 12 atores e pelos diretores Eduardo Moreira, Chico Pelúcio, Júlio Maciel, Lydia Del Picchia e Simone Ordones.
O Grupo está com apresentações dias 24 e 25 de maio em Caraguatatuba, com os espetáculos “Os Gigantes da Montanha”, dirigido por Gabriel Villela, e “De Tempo Somos – um sarau do Grupo Galpão”, com direção de Lydia Del Picchia e Simone Ordones.
A Roda de Conversa na Casa Brasileira, em São Sebastião, com o Grupo Galpão é aberta ao público, das 20h às 22h, com 30 lugares e entrada gratuita, por ordem de chegada.
A Casa Brasileira é o centro de artes e cultura do Instituto Mpumalanga – www.mpumalanga.com.br , organização sem fins lucrativos, voltada à educação pela arte.

Serviço:
23/05/2018- 4ª. feira- GRUPO GALPÃO –Experiência, trajetória artística e Teatro Popular.
Horário: 20h às 22h – entrada franca
Endereço: Av. Dr. Altino Arantes, 80 – rua da praia – Centro – São Sebastião-SP
Fone: (11) 998388794